Brasil avança e enfrenta nas quartas da Liga das Nações de Vôlei

Com uma campanha irregular de quatro derrotas em 12 jogos, seleção brasileira encerra primeira fase da Liga das Nações de Vôlei feminino 2023 com vitória sobre Tailândia por 3 a 0 nesse domingo, 2 de julho. País se classifica na quarta posição e vai pegar China nas quartas de final da competição em 13 de julho. 

5 minPor Gustavo LongoAtualizado em 02 de julho de 2023 22:53 GMT+8

disciplineVôlei

Gabi Guimarães na VNL de vôlei 2023
Vôlei

(Foto: Volleyball World)

 

Pode não ter sido a campanha dos sonhos dos torcedores, mas a seleção brasileira encerrou com vitória a primeira fase da Liga das Nações de Vôlei feminino 2023. A etapa classificatória da competição terminou na manhã desse domingo, 2 de julho, e as mulheres do Brasil derrotaram a Tailândia, país-sede do chaveamento na terceira semana.

As brasileiras não tiveram dificuldades e venceram as rivais por 3 a 0 (25/20, 25/16 e 25/23). Com o resultado, elas terminam a primeira fase da competição na quarta posição com oito vitórias e quatro derrotas. Dessa forma, enfrenta a seleção da China, quinta colocada, nas quartas de final.

Antes da vitória sobre Tailândia, o Brasil tinha duas derrotas consecutivas e, dos últimos quatro jogos no torneio, tinha perdido três deles. A recuperação do país veio pelas mãos de Gabi, a capitã brasileira e grande destaque da partida com 16 pontos. 

Agora, a seleção terá um rival bastante conhecido pela frente para tentar o inédito título da competição: China. Na primeira fase da Liga das Nações de Vôlei Feminino 2023, os dois países se enfrentaram justamente na estreia da competição e as chinesas levaram a melhor, com vitória de 3 a 2.

A fase final vai acontecer em Arlington, nos Estados Unidos, entre 12 e 16 de julho. As quartas de final serão divididas entre os dias 12 e 13. Os dois jogos das semifinais ocorrerão no dia 15. Já a final e a decisão do terceiro lugar serão realizadas no domingo, 16 de julho.

+ VÔLEI | Confira o sistema de classificação aos Jogos Olímpicos Paris 2024

Liga das Nações de Vôlei feminino 2023: Brasil conviveu com altos e baixos

A campanha irregular do Brasil refletiu a dificuldade que a seleção teve desde o primeiro jogo da Liga das Nações de Vôlei feminino 2023. Logo na estreia, em 31 de maio, o país perdeu para China por 3 a 2. Contudo, ainda na primeira semana, conseguiu vitórias expressivas sobre Países Baixos, República Dominicana e Croácia.

A boa fase prosseguiu na segunda semana, com triunfos convincentes sobre República da Coreia, Sérvia (uma das grandes rivais das brasileiras atualmente) e Alemanha. Contudo, na última rodada da chave, derrota de 3 a 0 diante da seleção dos Estados Unidos, uma das principais favoritas ao título.

O tropeço para as norte-americanas parecia não ter abalado as jogadoras, que iniciaram a terceira e última semana com vitória de virada por 3 a 2 sobre a Itália, outra potência do esporte. Mas depois o Brasil perdeu para o Canadá, que sequer se classificou à fase final, por 3 a 2, e para a Turquia por 3 a 0 antes de encerrar a primeira fase com vitória sobre Tailândia.

+ VÔLEI | De volta à seleção, Thaísa mira Paris 202

Liga das Nações de Vôlei feminino 2023: Brasil busca arrancada por título inédito

Com quatro derrotas em 12 jogos na primeira fase da Liga das Nações de Vôlei feminino 2023, o Brasil teve o pior desempenho nesta etapa desde a primeira edição, em 2018. Nas quatro competições anteriores, a seleção sempre esteve entre as três melhores no fim da rodada preliminar.

A boa notícia é que a segunda fase ocorre no formato eliminatório. Ou seja, as derrotas da etapa inicial não impactam no ranqueamento final e basta vencer para avançar no torneio. Portanto, uma arrancada de três vitórias a partir do dia 12 de julho garante o título inédito.

Atual vice-campeã mundial em 2022 e medalhista de prata em Tóquio 2020 (além dos ouros em Beijing 2008 e Londres 2012), a seleção feminina de vôlei do Brasil ainda não conquistou a Liga das Nações. O país alcançou o vice-campeonato nas últimas três edições, perdendo na decisão para os Estados Unidos em 2019 e 2021 e para a Itália em 2022.

SAIBA MAIS | Todas as informações sobre a Liga das Nações de Vôlei feminino 2023

Carol Gattaz luta contra burnout, lesões e o 'etarismo' no esporte feminino

Liga das Nações de Vôlei feminino 2023: resultados do Brasil

Confira todos os resultados da seleção brasileira na primeira fase da Liga das Nações de Vôlei feminino 2023:

Nagoya (Japão)

31/05 – Brasil 2 x 3 China (23/25, 25/22, 20/25, 25/20 e 12/15)

01/06 – Brasil 3 x 0 Holanda (25/23, 25/23 e 25/21)

03/06 – Brasil 3 x 1 República Dominicana (27/25, 20/25, 25/21 e 27/25)

04/06 – Brasil 3 x 0 Croácia (26/24, 25/18 e 25/8)

Brasília (Brasil)

14/06 – Brasil 3 x 0 Coréia do Sul (31/29, 25/16 e 25/16)

15/06 – Brasil 3 x 2 Sérvia (23/25, 25/22, 21/25, 25/12 e 15/6)

17/06 – Brasil 3 x 1 Alemanha (25/22, 25/18, 22/25 e 25/17)

18/06 – Brasil 0 x 3 Estados Unidos (22/25, 19/25 e 22/25)

Bangcoc (Tailândia)

28/06 - Brasil 3 x 2 Itália (26/28, 25/20, 19/25, 25/21 e 15/10)

29/06 - Brasil 2 x 3 Canadá (30/28, 22/25, 23/25, 25/21 e 15/17)

30/06 - Brasil 0 x 3 Turquia (22/25, 16/25 e 22/25)

02/07 - Brasil 3 x 0 Tailândia (25/20, 25/16 e 25/23)

BY https://olympics.com/pt/noticias/liga-nacoes-volei-feminino-2023-brasil-china-quartas

 

Jogos online no Brasil 2023

10 melhores cassinos online classificados por jogos com real

How Crypto Gambling Casinos Retain Players?

Ler mais