Santa Cruz quebra tabu no Arruda

anta Cruz quebra tabu no Arruda, bate o Globo e obtém liderança isolada no grupo na Série D

Emerson Galego se isolou na artilharia do Tricolor na Série D com quatro gols – Foto: Evelyn Victória/Santa Cruz

Deslanchando nos acréscimos, o Santa Cruz chegou a mais uma importante vitória no Arruda pela Série D. Diante do lanterna Globo, o Tricolor saiu na frente, mas recuou demais e viu o adversário crescer na partida. Contudo, nos acréscimos, viu Yan Oliveira e Miullen marcarem e resolverem o jogo para vencer por 3 x 0 e quebrar o tabu de não vencer em casa pela Quarta Divisão por mais de um gol de diferença desde 2010.

Com o resultado, o Santa Cruz chegou aos 17 pontos ganhos e se isolou na liderança da chave, uma vez que o Pacajus foi derrotado pelo Nacional por 1 x 0, em Patos. Já o Globo segue na última posição, com apenas quatro pontos ganhos em oito partidas.

O jogo

Na abertura do returno da primeira fase da Série D, Santa Cruz e Globo voltaram a se enfrentar, dessa vez no Arruda, após três dias da vitória tricolor em Ceará-Mirim. Contudo, com o gramado mais pesado devido às fortes chuvas que caíram sobre o Recife na quarta-feira, o que se viu foi um embate mais equilibrado entre as duas equipes.

Atuando mais uma vez apoiado pela torcida, o Tricolor teve o controle das ações, mas acabou esbarrando em defesas do goleiro Luiz Henrique. Assim, foram ao menos três boas intervenções do arqueiro da Águia. Além disso, na melhor chance coral da partida, Emerson Galego ainda carimbou a trave.

O Globo, por sua vez, passou boa parte da etapa inicial suportando a pressão atrás da linha da bola e buscando o contragolpe em velocidade com Vinícius e Gleydson. Dessa forma, a melhor chance saiu aos 40, em cobrança de falta cometida por Marcus Vinícius, que tomou o terceiro amarelo e fica fora contra o Pacajus. Na finalização, Erick acertou a trave esquerda de Michael.

Na volta do intervalo, o técnico Felipe Conceição trouxe o time com duas mudanças. Saíram Fabrício e Pipico para as entradas de Chiquinho e Wagninho. Assim, o time coral já reiniciou as ações em cima do Globo em busca do gol.

Aos 10, o Santa Cruz finalmente conseguiu balançar as redes. Miullen, que havia sido acionado na vaga de Pingo, recebeu pela direita, levantou a cabeça e tocou atrás para Chiquinho. O camisa 10 entrou na área, mas foi travado pela defesa potiguar. Na sobra, a bola se apresentou para Emerson Galego bater colocado e abrir o placar.

Após o gol, o Santa Cruz baixou as suas linhas e passou a chamar o Globo para o seu campo. Em um comportamento já conhecido pelo seu torcedor, o Tricolor passou a ser pressionado pelo time adversário, que tinha na sua principal arma as bolas alçadas na área.

Entretanto, mais uma vez empurrado pelos mais de 11 mil torcedores presentes em um Arruda chuvoso, a Cobra Coral resistiu à pressão e marcou mais duas vezes nos acréscimos, primeiro com Yan Oliveira – em um golaço de falta – e logo depois com Miullen.

Dessa forma, para além dos três pontos, que lhe valeram a liderança isolada do grupo A3 da Série D, o Santa Cruz ainda quebrou um tabu de 13 anos de não conseguir vencer por mais de um gol de diferença no Arruda pela 4ª Divisão.

Sada Cruzeiro vence Farma Conde e garante vaga na decisão da

Lara Nobre é cortada da seleção feminina de vôlei

Top Crypto Slot Games to Play with Bitcoin in 2023

Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo já no próximo domingo para a 9ª rodada da Série D. Primeiro, o Santa Cruz visita o Pacajus, no estádio Ronaldão, no sábado, às 19h. No dia seguinte, o Globo recebe o Nacional de Patos, no Barrettão, às 15h30.

Ficha do jogo

Santa Cruz 3
Michael; Rhuan Rodrigues (Léo Fernandes), Yan Oliveira, Guedes e Marcus Vinícius (Ítalo Silva); Emerson Souza, Fabrício Bigode (Wagninho) e Pingo (Miullen); Lucas Silva, Emerson Galego e Pipico (Chiquinho). Técnico: Felipe Conceição

Globo 0
Luiz Henrique, Renê, Raniere, Alberto e Pedro (Luiz Felipe); Luan (Kaká), Peu e Erick (Jefferson); Vinícius (Lipe), João Victor (Odair) e Gleydson. Técnico: André Caldas

Local: Estádio do Arruda
Árbitro: Fernando Henrique de Medeiros Miranda (SC)
Assistentes: Victor Matheus de Lavor Paes Barreto e Dhiego Cavalcanti Pereira (ambos de PE)
Gols: Emerson Galego, 10/2ºT, Yan Oliveira, 47/2ºT e Miullen, 49/2ºT (Santa Cruz)
Cartões amarelos: Marcus Vinícius, Emerson Galego, Rhuan Rodrigues (Santa Cruz); João Victor, Luan, Raniere (Globo)
Público: 11.268 torcedores
Renda: R$ 230.286,00

Ler mais