CBF não desiste de Ancelotti na Seleção, veja o “plano”

CBF não desiste de Ancelotti na Seleção, veja o “plano”

Sem ‘plano B’ até o momento, CBF não descarta possibilidade de contar com Carlo Ancelotti apenas em 2024. Foto: Reprodução/ Web

Desde o final da Copa do Mundo, em 2022, a Seleção Brasileira vive um ‘vazio’ com a saída de Tite do comando técnico da equipe. O treinador chegou em 2016 e, por duas edições de Mundial, tentou levar o time para o tão sonhado hexacampeonato. No final das contas, o plano fracassou e agora a CBF enxerga em Carlo Ancelotti uma boa oportunidade de mercado.

O técnico italiano está no Real Madrid e tem contrato até o final da próxima temporada, em junho de 2024. Multicampeão no time merengue, Ancelotti dá sinais de que não pretende abandonar o seu projeto na Espanha e deseja continuar no comando da equipe.

No entanto, a CBF não tem traçado um ‘plano B’ até o momento e dá sinais de que pode esperar Ancelotti para assumir o cargo. Nas próximas semanas, a Seleção Brasileira tem dois amistos internacionais na Europa e joga contra Guiné e Senegal sob o comando de Ramon Menezes.

CBF ainda ‘espera’ por Ancelotti na Seleção Brasileira

Desde que começou as conversas com Carlo Ancelotti para assumir a Seleção Brasileira, a CBF se mostrou entusiasmada com a possibilidade do técnico italiano assumir o comando da equipe. Até por esse motivo, dirigentes da instituição não traçaram um ‘plano B’.

No primeiro instante, a ideia era de que Ancelotti não continuaria no Real Madrid ao final da temporada atual, independente do sucesso (ou não) da equipe merengue na Champions League. O time espanhol perdeu nas semifinais para o Manchester City, mas o italiano decidiu ficar.

Em conversas diretas com Florentino Pérez, Ancelotti ganhou o respaldo do presidente e entendeu que a melhor alternativa é cumprir o seu contrato por lá. Mesmo assim, a CBF dá sinais de que pode “esperar” pelo italiano até o final da sua passagem pela capital espanhola.

Seleção Brasileira vê Jorge Jesus como uma possibilidade

Jorge Jesus, que atualmente está no Fenerbahçe, também foi um nome cogitado na Seleção Brasileira, mas até o momento não existe uma posição certa sobre o futuro do treinador português na Turquia. O contrato dele por lá se encerra neste mês de junho, mas ainda não se sabe se ele será convidado para comandar o time brasileiro.

A Volleyball Powerhouse with a Trail of Honors

Alves anuncia pausa no vôlei e foco na produção de conteúdo para

Sites Casas de Apostas Online no Brasil

Ler mais