Com título do Goiás, Copa Verde chega a sete campeões

Com título do Goiás, Copa Verde chega a sete campeões

Em sua décima edição, Copa Verde se fortalece a cada ano como importante competição nacional

Final da Copa Verde entre Goiás e Paysandu
Créditos: Wildes Barbosa/CBF

Inaugurada em 2014, a Copa Verde encerrou sua décima edição nesta quarta-feira (31), com o título do Goiás diante do Paysandu. No Hailé Pinheiro lotado, o esmeraldino venceu o papão, por 2 a 1, e levantou o troféu para festa dos torcedores em Goiânia. Os gols da conquista foram marcados por Vinícius e Matheus Peixoto. Bruno Alves descontou para o Paysandu. Na primeira partida da decisão, o Goiás venceu por 2 a 0, em Belém, há duas semanas. 

"Sonhava com isso. Estava esperando esse título há muito tempo, mas sabia que viria. Agora ele veio", comemorou no gramado o goleiro Tadeu.

Atletas do Goiás na cerimônia de premiação da Copa Verde 2023
Créditos: Wildes Barbosa/CBF

A Copa Verde foi criada pela CBF com o objetivo de integrar o futebol brasileiro e agregar mais um torneio de competitividade e prestígio a todos os clubes tradicionais do Brasil, sem distinção estadual. No atual formato, podem fazer parte da Copa Verde clubes da Região Norte e Centro-Oeste, além de equipes do Espírito Santo.

Como incentivo aos clubes participantes e reconhecimento da ascensão da competição, a CBF vem valorizando cada vez mais a Copa Verde, e a edição de 2023 recebeu investimento recorde: R$ 6 milhões distribuídos ao longo da disputa. Apenas na decisão, foi destinado R$ 400 mil ao Goiás pelo título, o dobro do valor pago na edição anterior. Já o Paysandu tem direito a R$ 200 mil pelo segundo lugar, quantia que também é recorde.

Jogadores do Goiás comemoram gol na decisão
Créditos: Wildes Barbosa/CBF

O sucesso esportivo também é outro atrativo da Copa Verde, já que, além do prestígio do título, o Goíás garantiu vaga na terceira fase da Copa do Brasil de 2024. Neste ano, a entidade pagou R$ 2,1 milhões para cada clube que disputou a terceira fase da competição nacional.

Além do aporte financeiro nas premiações, a CBF é responsável por pagar cota de participação a todos os clubes e custear as despesas dos jogos, que inclui transporte, hospedagem, arbitragem, VAR, alimentação e antidopagem, entre outros gastos das partidas. Com confiança no potencial da competição, é desejo da entidade tornar a Copa Verde mais interessante comercialmente.

Final da Copa Verde entre Goiás e Paysandu
Créditos: Wildes Barboza/CBF

Desde a primeira edição, sete clubes já levantaram a taça da Copa Verde. Em sua primeira final, o Goiás conquistou o título da competição contra o Paysandu, que ficou com o vice-campeonato, mas é o maior vencedor, com três títulos (2016, 2018 e 2022).

Na lista de campeões, o Papão é seguido do Cuiabá, que possui duas conquistas. Entre as equipes com um título, estão Brasiliense, Remo, Luverdense e Brasília, sendo este último o primeiro campeão da história.  

O Vila Nova também vem crescendo a cada ano na Copa Verde e chegou perto do título em duas oportunidades: 2021 e 2022, finais em que foi superado pelos paraenses Remo e Paysandu, respectivamente. 

Confira todos os campeões da Copa Verde:

Paysandu - 2016, 2018 e 2022

Cuiabá - 2015 e 2019

Goiás - 2023

Remo - 2021

Brasiliense - 2020

Luverdense - 2017

Brasília - 2014

A Volleyball Powerhouse with a Trail of Honors

Alves anuncia pausa no vôlei e foco na produção de conteúdo para

Sites Casas de Apostas Online no Brasil

Ler mais