São Paulo: 15 passeios clássicos na capital paulista

São Paulo: 15 passeios clássicos na capital paulista

São Paulo: 15 passeios clássicos na capital paulista

Não é revolucionário dizer que São Paulo é uma cidade cosmopolita e cheia de cultura. Mas pode ser novidade saber que turistas (e moradores) não conhecem suas principais atrações. Do Centro Histórico aos ares puros do Parque Ibirapuera, há muito para conhecer em uma das maiores cidades do Brasil!

Confira 15 roteiros clássicos na capital paulista com dicas imperdíveis de como aproveitar ao máximo a cidade. Tem ainda opções pensadas para as famílias que viajam com crianças.

Avenida Paulista

Os quase 3 km da Av. Paulista são repletos de atrações, de museus a parques

Um dos vários cartões-postais da cidade é a Avenida Paulista, e isso não acontece por acaso. Seus quase 3 km de extensão têm lojas, shoppings, restaurantes estrelados, barraquinhas de rua, museus, espaços culturais e até um parque! Se você não conhece a capital paulista, é pela avenida que começam os passeios.

As comprinhas acontecem nos três shoppings da região: Shopping Cidade São Paulo, Shopping Center 3 e o Shopping Pátio Paulista, com lojas de grife, restaurantes e cinema. O Conjunto Nacional também vale a visita, e é lá que está localizada a Livraria Cultura. São três andares e, em anexo, uma cafeteria.

O Parque Trianon é perfeito para relaxar em meio à “Selva de Pedra”

Entre as comprinhas, dê uma passada no Parque Tenente Siqueira Campos, conhecido como Parque Trianon. Um respiro de natureza em meio à selva de pedra, o parque é gostoso para caminhadas e momentos relax entre as árvores. Se der sorte, é por lá que muitos músicos de rua fazem pequenas apresentações.

O fim da tarde merece vista privilegiada para o pôr do sol. O Mirante do Sesc está no 17º andar e lá do alto é possível ver os principais pontos da avenida. Ainda no mirante, está o Café Terraço, com cardápio de bebidas, comidinhas e doces. A entrada é gratuita e os ingressos são disponibilizados toda sexta no portal do Sesc.

Durante a semana, a Avenida não costuma estar muito movimentada – a não ser por aqueles que trabalham na região. Mas o “agito” acontece mesmo aos domingos, quando a avenida torna-se exclusiva para pedestres. Quem curte andar de bicicleta, pode ainda aproveitar a ciclofaixa, disponível todos os dias!

Como chegar? Via metrô é a melhor opção para chegar à Avenida Paulista. Pela linha verde do metrô, as opções de estações são: Brigadeiro, Trianon MASP e Consolação. Na linha amarela, é possível acessar pela estação Paulista.

Museu de Arte de São Paulo

A construção de concreto suspenso do Masp é um símbolo da capital paulista

Se a Avenida Paulista é um ícone paulistano, o Masp é sua maior referência. O Museu de Arte de São Paulo é um museu e centro cultural inaugurado em 1947 com idealização do jornalista Assis Chateaubriand e projeto da arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi. Sua maior característica é o vão, com mais de 70 m de altura.

No dia a dia, é possível encontrar feirinhas e comércios ambulantes no vão e em frente ao museu. Mas é lá no alto, entre as paredes de concreto que marcam o imaginário paulistano, que estão as exposições do Masp, grandes protagonistas. São várias salas, algumas com exposições permanentes e outras temporárias, e ao todo são mais de 10 mil peças no acervo, entre pinturas, esculturas, desenhos, fotografias e vestuários.

Endereço: Av. Paulista, 1578 – Bela Vista | Descer na estação Trianon MASP
Horário: Terça das 10h às 20h e de quarta a domingo das 10h às 18h
Ingresso: Terça-feira a entrada é gratuita e nos demais dias os adultos pagam R$ 50, enquanto os professores, estudantes e maiores de 60 anos R$ 25. Ingressos no site

Japan House

A Japan House é um incrível intercâmbio cultural | Governo do Estado de São Paulo | CC BY 2.0

Bem no comecinho da Avenida Paulista está a Japan House, um centro cultural inaugurado em abril de 2017. Apesar da pouca idade, em 2020 a galeria alcançou a marca de 2 milhões de visitantes e hoje é parada obrigatória para quem curte exposições culturais. São três unidades pelo mundo: SP, Londres e Los Angeles, todas com objetivo de oferecer um “intercâmbio cultural” do Japão para a comunidade internacional.

As exposições são temporárias e vale sempre estar por dentro da programação através do portal ou Instagram da Japan House. Depois de conferir as exposições, termine o passeio com uma passadinha no Café Sabor Mirai e o restaurante AIZOMÊ, da chef Telma Shiraish – ambos com a proposta de trazer à mesa mais da culinária japonesa tradicional.

Endereço: Av. Paulista, 52 – Bela Vista| Descer na estação Brigadeiro
Horário: Terça a sexta-feira das 10h às 18h, sábado das 9h às 19h e domingo das 9h às 18h
Ingresso: Gratuito – é possível fazer o agendamento online para evitar filas

Itaú Cultural

O Itaú Cultural é dos mais clássicos passeios da Av. Paulista | Governo do Estado de São Paulo | CC BY 2.0

Outro passeio no começo do endereço mais famoso de São Paulo é o Itaú Cultural, idealizado pelo engenheiro Olavo Egydio Setúbal e inaugurado em 1897. Sua programação é bastante variada e engloba espetáculos de teatro, shows, festivais, oficinas, cursos e também exposições permanentes e temporárias. A programação é divulgada no portal e também no Instagram do centro cultural. 

Endereço: Av. Paulista, 149 – Bela Vista | Descer na estação Brigadeiro
Horário: Terça-feira a sábado das 11h às 20h e domingos e feriados das 11h às 19h
Ingresso: Gratuito

Parque Ibirapuera

Uma tarde no Parque do Ibirapuera pede por uma volta de bicicleta e piqueniques

Seguido da Avenida Paulista, o Parque Ibirapuera é um dos grandes símbolos da cidade que não dá pra deixar de conhecer. Principal passeio ao ar livre na capital, o parque foi o mais visitado da América Latina em 2017 e tem uma área total de 1.584 mil m². Entre as atrações, vale destacar: pista de cooper, ciclofaixa, parque infantil, quadras poliesportivas, campos de futebol, aparelhos de ginástica e bicicletário. 

De todas as atividades, a mais comum é ver pessoas andando de bicicleta na ciclofaixa – e realmente é uma delícia pedalar observando tanta natureza! Dá para alugá-las no próprio Parque Ibirapuera, mas para isso é legal chegar cedo. Tem opção de bike individual, triciclo família e até com cadeirinha para crianças e pets.

Se bater a fome, sem problemas! O parque tem várias lanchonetes, além de barraquinhas e vendedores ambulantes com salgadinhos, bebidas e sorvetes. Se a ideia é um almoço mais completo, tem também restaurantes por lá, como o Restaurante Selvagem, o Vista Restaurante e o Restaurante do MAM. Um piquenique também é excelente opção e para isso há várias mesas e espaços nos gramados.

Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n (portões 2, 3 e 10), Rua Macaú, 6 (portão 6 e 7A) , Av. República do Líbano, 176 (portão 9A) – Vila Mariana
Estacionamento: Segunda à sexta R$ 11 e sábado, domingo e feriado R$13 a diária
Horário: Todos os dias, das 5h à meia-noite

Museu Afro Brasil

O museu tem como proposta principal preservar o patrimônio cultural afrobrasileiro | Sailko | CC BY 3.0

Além de espaços para prática de esportes, o Ibirapuera conta com museus e centros culturais que merecem a visita. O Museu Afro Brasil, que valoriza e preserva o patrimônio cultural afrobrasileiro, abriga um acervo com mais de 8 mil obras, entre pinturas, esculturas, fotografias e peças etnológicas de artistas nacionais e internacionais. Tem exposições fixas, temporárias, além de biblioteca e auditório para atividades. 

Endereço: Pavilhão Padre Manoel da Nóbrega – Parque Ibirapuera
Horário: Terça a domingo das 10h às 17h (permanência até às 18h)
Ingresso: Quarta-feira a entrada é gratuita e nos demais dias os adultos pagam R$ 15, enquanto os aposentados, estudantes e maiores de 60 anos R$ 7,50

Museu do Ipiranga

Recém-reformado, o museu é boa escolha para visitar em família | Governo do Estado de São Paulo | CC BY 2.0

O Museu do Ipiranga é aquele tipo de passeio perfeito para o fim de semana em família. O museu está instalado na propriedade que no passado foi projetada como monumento de comemoração à Proclamação da Independência, e hoje abriga um dos acervos mais importantes para a história do Brasil

Sua construção remonta 1885 e 1890, e em setembro de 2022 foi reinaugurado após 9 anos de revitalização. São diversas salas distribuídas pelos andares do casarão, que contam com exposições fixas e temporárias. A obra mais famosa do seu acervo é o “Independência ou Morte”, pintado por Pedro Américo em 1888.

Endereço: R. dos Patriotas, 20 – Ipiranga
Horário: Terça-feira a domingo das 11h às 17h
Ingresso: Gratuito, com a doação voluntária de 1 kg de alimento para a ação Mesa Brasil Sesc São Paulo. É possível agendar online através do site da Sympla às sextas-feiras a partir das 10h ou adquirir na bilheteria de terça a domingo a partir das 11h30

Centro Histórico

O Centro Histórico de SP corresponde à região central da cidade, com destaque para os bairros da Sé, República e Luz. É lá que os turistas encontram as principais atrações culturais e centros de comércio da capital. 

Catedral da Sé

Cartão-postal da capital paulista, a Catedral da Sé é grande destaque do Centro da cidade

Quem visita São Paulo sabe que entre as paradas obrigatórias está a Catedral da Sé, localizada no bairro da Sé. A primeira versão da igreja foi entregue em 1591. Já em 1791, a construção foi elevada ao título de catedral. E foi só em 1913 que iniciaram-se as construções da igreja como conhecemos hoje. Seu estilo arquitetônico é neogótico e é considerado como o quarto maior templo neogótico do mundo!

Para além da visita por conta própria, os visitantes também podem fazer visitas guiadas para conhecer detalhes da sua construção e história. Um bem interessante é pela cripta, a capela subterrânea abaixo do altar. Os ingressos podem ser adquiridos na hora, na secretaria da igreja. Existem também tours completos, incluindo o mirante, a torre e a cúpula, que podem ser reservados online com empresas terceiras.

Endereço: Praça da Sé, s/n – Sé | Descer na estação Sé
Horário: Todos os dias, das 8h às 18h
Ingresso: Entrada gratuita, passeios guiados na cripta têm ingressos vendidos na secretaria

Theatro Municipal

O Theatro Municipal surpreende desde o exterior. No interior, a riqueza em detalhes rouba a cena

111 anos de história! O Theatro Municipal é a cara de São Paulo, um edifício grandioso e construído aos moldes clássicos, é difícil de não notar quando se passeia pelo Centro Histórico. Sua inauguração foi em setembro de 1911 e tem o projeto assinado pelo arquiteto Ramos de Azevedo com inspiração na Ópera de Paris.

Além de sediar peças de teatro, óperas e apresentações culturais, o espaço conta com exposições com um riquíssimo acervo artístico. E a melhor forma de conhecer o espaço é através da visitação guiada, que acontece das terças-feiras aos sábados. 

Endereço: Praça Ramos de Azevedo, s/nº – Sé | Descer na estação Anhangabaú
Ingresso: Gratuito, mediante reserva antecipada no site do teatro

Pinacoteca e Estação da Luz

A Pinacoteca não pode ficar de fora do roteiro de paulistanos e turistas

Uma ótima ideia de passeio é combinar a visita à Pinacoteca com a Estação da Luz, distante 230 m. Começando pela Pinacoteca de São Paulo, o museu é voltado para produção brasileira de artes visuais datadas do século XIX até os dias atuais. Sua fundação foi em 1905, ganhando assim o título de museu de arte mais antigo de SP. 

O museu é composto por três edifícios (além do Parque Jardim da Luz), e atualmente são cerca de 30 exposições atraindo meio milhão de visitantes todos os anos. A visitação pode ser feita todos os dias e às quintas-feiras e sábados a entrada é gratuita. Nos outros dias, adultos pagam R$ 20 e estudantes, jovens de baixa renda e aposentados R$ 10.

Endereço: Praça da Luz, 2 – Luz | Descer na estação Luz
Ingresso: São vendidos no site oficial e também na bilheteria física

A visita na Estação da Luz não fica completa sem a passagem pelo Museu de Língua Portuguesa

A próxima parada é a Estação da Luz, uma das mais importantes estações ferroviárias da capital. Sua inauguração foi em 1867 e sua fachada é o que mais chama a atenção, com inspirações na torre Big Ben e na abadia de Westminster, ambas construções de Londres. Em seu interior, paredes de tijolinhos, pisos de mármore e belas escadarias marcam o ambiente.

Programe-se também para conhecer o Museu da Língua Portuguesa, reinaugurado em julho de 2021 após cinco anos de revitalização e localizado dentro da Estação da Luz. O acesso é feito pelo Portão A e o espaço conta com três andares e salas de exposições interativas. Uma das áreas mais queridas pelos visitantes é a linha do tempo “Português do Brasil”, que traça a história da língua desde a chegada dos portugueses.

Horário: Terça-feira a domingo das 9h às 16h30 (permanência até às 18h)
Ingresso: Aos sábado a entrada é gratuita e nos demais dias os adultos pagam R$ 20, e estudantes, aposentados e maiores de 60 anos R$ 10. Crianças até 7 anos, professores, policiais e outros grupos não pagam (veja detalhes aqui). É possível adquirir o ingresso online no portal Sympla ou na bilheteria

Mercado Municipal

Não deixe de provar o famoso lanche com mortadela | Renato Santiago Rodrigues | CC BY-SA 4.0

O Mercado Municipal, mais conhecido popularmente como Mercadão, é um dos mais icônicos edifícios da capital e um espaço gastronômico repleto de barracas de frutas, legumes, verduras, pescados, queijos, vinhos, pastéis, lanches e entre outras delícias. E por falar nisso, o lanche de mortadela é o prato mais famoso por lá

Enquanto no térreo os visitantes vão de barraca a barraca provar as degustações de frutas, no mezanino é o lugar perfeito para um almoço. São várias opções de restaurantes e bares com menu de pratos feitos, petiscos e muitas bebidas. Vale a visita!

Endereço: Rua Cantareira, 306 – Centro | Descer na estação Luz ou São Bento
Horário: Segunda-feira a sábado das 6h às 18h e domingo das 6h às 16h

São Paulo com crianças

Além dos passeios mais clássicos de São Paulo, reunimos outras dicas de programas perfeitos para curtir com a criançada em SP. Esses lugares vão ganhar o coração dos pequenos (e dos papais!).

Museu Catavento

Uma tarde de ciência e muitas atividades interativas | Governo do Estado de São Paulo | CC BY 2.0

O Museu Catavento fica na região central da cidade, bem próximo à estação da Luz, e é uma experiência incrível para conhecer com as crianças. O grande diferencial desse museu é a interação com as obras, que são voltadas ao universo da ciência e da tecnologia. São quatro alas repletas de atrações: Universo, Vida, Engenho e Sociedade. 

Entre as alas, é possível encontrar locomotivas, aviões, fósseis e até acervos com animais vivos. Uma das atrações mais queridas pelos visitantes é a bola de eletromagnetismo, na ala Engenho, a qual basta colocar as mãos para que os cabelos fiquem em pé!

Endereço: Avenida Mercúrio, Parque Dom Pedro II, s/n – Centro | Descer na estação Luz
Horário: Terça-feira a domingo das 9h às 17h
Ingresso: Terça-feira a entrada é gratuita e nos demais dias os adultos pagam R$ 15, enquanto os aposentados, estudantes, maiores de 60 anos e jovens de baixa renda R$ 7,50. É possível adquirir o ingresso online através do site ou na bilheteria

Parque Villa-Lobos e Roda Rico

Já pensou em conhecer a roda-gigante mais alta da América Latina? | Secretária do Meio Ambiente e Infra

Quem procura mais opções de passeios ao ar livre, vai adorar o Parque Villa-Lobos. Em uma área de 732 mil m², conta com diversas atrações, como quadras de tênis, basquete e poliesportivas, campos de futebol, ciclovia, pistas de caminhada, espaços para shows e eventos, incluindo o anfiteatro e a Biblioteca Parque Villa-Lobos. 

Uma grande novidade é a Roda Rico, a maior roda-gigante da América Latina, inaugurada em dezembro de 2022 no Parque Cândido Portinari, anexo ao Villa-Lobos. São 91 m e 42 cabines com capacidade para até oito pessoas. O funcionamento é diário e o valor dos ingressos custam a partir de R$ 24,95 por pessoa. Veja os ingressos aqui. 

Endereço: Av. Prof. Fonseca Rodrigues, 2001 – Alto de Pinheiros | Descer na estação Villa Lobos- Jaguaré
Horário: Todos os dias, das 5h30 às 20h

Aquário de São Paulo

As maravilhas subaquáticas para conhecer de pertinho | Foto ilustrativa

Uma aventura subaquática que encanta pais e filhos! O Aquário de São Paulo conta com 15 mil m² e uma imensa diversidade de espécies marinhas e terrestres. Embaixo d’água, os mais procurados são os jacarés, tubarões, pinguins e peixe-boi. Mas ainda tem muito mais, como ursos polares, canguru, bicho-preguiça, lêmure, lagarto, cobras e coalas.

E… Quem disse que as sereias não existem? A atração “O Mergulho das Sereias” acontece por temporada; em janeiro de 2023, o horário para segunda, sábado e domingo é das 10h às 17h, e de terça a sexta das 10h às 13h e das 14h às 17h. A atração tem custo à parte de R$ 20 por pessoa e o ingresso é adquirido durante o passeio.

Endereço: Rua Huet Bacelar, 407 – Ipiranga
Horário: Todos os dias, das 9h às 17h
Ingresso: O valor dos ingressos varia por temporada e podem ser adquiridos na bilheteria ou online, através do site do aquário

Zoológico de São Paulo

São mais de 3 mil animais para conhecer no Zoológico de São Paulo | Deni Williams | CC BY 2.0

O Zoológico de São Paulo é mais uma opção de passeio para as crianças se encantarem pelos animais. Inaugurado em 1958, o zoológico se divide em seis territórios e tem mais de 3 mil animais para conhecer! Alguns dos destaques são: flamingos, onça-pintada, elefante, girafa, urso-de-óculos, leão, tigre e rinoceronte. Veja aqui um mapa do parque.

Os pequenos que são apaixonados por dinossauros vão adorar a atração Mundo dos Dinossauros, com réplicas robotizadas dos animais da Era Mesozóica (entrada com custo à parte). Quando a fome chegar, dê uma passadinha nas lanchonetes espalhadas pelo parque ou na área de piquenique. É permitido entrar com bebidas e lanches! 

A aventura pode ser ainda mais imersiva no Zoo Safári, uma experiência que deixa os visitantes pertinho das espécies. O espaço está ao lado do zoológico, tem um percurso de quase 3 km e pode ser feito com veículo próprio ou com a van do zoológico. Da janelinha do carro é possível observar macacos-aranha, girafas, hipopótamos e muitos outros! Veja aqui mais informações sobre o Zoo Safari. 

Endereço: Av. Miguel Estefano, 4241, Água Funda
Horário: Todos os dias (inclusive feriados), das 9h às 18h
Ingresso: Os adultos pagam R$ 69,90 e estudantes, pessoas acima de 60 anos, jovens de baixa renda, professores, aposentados e acompanhantes de PCD R$ 34,95. Crianças até 4 anos, estudantes da rede pública, pessoas com deficiência e pesquisadores não pagam o ingresso. Veja no site mais sobre os ingressos

Museu do Futebol

É claro que o país do futebol teria um museu dedicado ao esporte. A localização é um plus!

Os apaixonados por futebol não podem deixar de conhecer o Museu do Futebol, localizado dentro do Estádio do Pacaembu. A exposição principal é distribuída em 15 salas temáticas e narra aos visitantes como o futebol chegou ao Brasil e se tornou um grande símbolo da história e cultura nacional. Além disso, há também exposições temporárias e oficinas. Fique por dentro da programação no site do museu.

Endereço: Praça Charles Miller, s/n – Pacaembu
Horário: Terça-feira a domingo, das 9h às 17h (permanência até às 18h)
Ingresso: Terça-feira a entrada é gratuita e nos demais dias os adultos pagam R$ 20, enquanto estudantes, jovens baixa renda, aposentados e maiores de 60 R$ 10. crianças até 7 anos, pessoas com deficiência, professores, policiais e outros grupos não pagam.

Ler mais