Descubra as criptomoedas mais buscadas no Brasil não é o Bitcoin

criptos-brasil
Brasi

O Bitcoin (BTC) é a maior criptomoeda em valor de mercado e também o ativo digital mais popular no mundo. No entanto, no Brasil, o BTC não está no topo da lista de busca dos investidores. De acordo com dados do CoinGecko do dia 30 de março, o Bitcoin é o segundo colocado nas buscas dos brasileiros. No momento da redação desta matéria, o preço do BTC está em cerca de R$ 146.200, tendo recuado 0,5% nas últimas 24 horas.

O ranking do CoinGecko elenca alguns dos projetos cripto mais populares vistos recentemente por usuários do Brasil. O agregador de dados de ativos digitais classifica os criptoativos por popularidade no que diz respeito às buscas.

Publicidade

O Ethereum (ETH), a segunda maior criptomoeda do mercado, também não ocupa o topo do interesse dos brasileiros. Em vez disso, a maior altcoin do mercado está apenas na quinta posição do ranking do CoinGecko. O Ether custa, no momento da escrita desta matéria, R$ 9.212 e desvalorizou 1,6% nas últimas 24 horas.

Criptomoeda mais buscada no Brasil

Então, qual é a criptomoeda que os brasileiros mais têm procurado? A resposta dessa pergunta pode parecer improvável, mas o token que está no topo da lista de busca dos usuários do CoinGecko no Brasil é o Baby Doge Coin (BABYDOGE).

A criptomoeda meme, “inspirada” na Dogecoin (DOGE) – a maior memecoin do mercado -, ocupa apenas a 120ª posição no ranking do CoinGecko por valor de mercado. Mas no que diz respeito ao interesse dos brasileiros, ela é a número um.

Publicidade

No momento da redação, a BABYDOGE está trocando de mãos a R$ 0,000000011863. E, diferentemente do Bitcoin e do Ether, o token valorizou nas últimas 24 horas. De acordo com dados do agregador, Baby Doge Coin subiu mais de 5% nas últimas 24 horas. Apesar disso, o preço atual da memecoin ainda está 66% abaixo do recorde histórico de R$ 0,000000035117 alcançado em janeiro do ano passado.

Não há, no entanto, nenhum desenvolvimento ou atualização recente que justifique o pico de interesse pela BABYDOGE no Brasil. De acordo com dados do Google Trends, os estados brasileiros mais interessados na criptomoeda meme são: Rio Grande do Norte (100/100), Mato Grosso do Sul (85/100), Rio de Janeiro (37/100), São Paulo (37/100) e Amazonas (30/100).

Arbitrum (ARB) em terceiro lugar atrás do Bitcoin

Conforme mencionado, após a BABYDOGE vem o Bitcoin e, em terceiro lugar, aparece a Arbitrum (ARB). Faz algum sentido essa criptomoeda estar no topo das buscas não só no Brasil, mas também em todo o mundo. Isso porque, na semana passada, a rede Arbitrum promoveu um airdrop (distribuição de tokens) do ARB.

Publicidade

Com o evento, a rede de segunda camada quebrou recordes de transações. O número de transações diárias na Arbitrum passou da marca de 1,31 milhão, superando o pico anterior de 1,10 milhão. A título de comparação, o Ethereum processou cerca de 1,08 milhão de transações no mesmo dia.

Logo após o airdrop, o token ARB sofreu uma queda de preço de 90%. Antes do airdrop, os tokens de futuros davam que o preço do ARB estava em aproximadamente US$ 10 (cerca de R$ 50) por unidade. No entanto, os usuários que receberam seus ARB trataram de vender tudo, derrubando o preço em quase 90%. No momento da redação, o token ARB está custando R$ 7,03, tendo valorizado quase 10% nas últimas 24 horas.

Memecoin de tigre em 4º lugar

Em quarto lugar, antes mesmo do Ethereum, aparece o token BNB Tiger Inu (BNBTIGER). A memecoin menos famosa que a BABYDOGE, também está no top-5 de buscas dos brasileiros.

Publicidade

O preço da criptomoeda é próximo de zero (R$ 0,000000000000000003). Talvez por isso investidores do Brasil queiram comprar “toneladas” da criptomoeda na esperança de vendê-las, posteriormente, com algum lucro.

https://www.criptofacil.com/descubra-as-criptomoedas-mais-buscadas-no-brasil-spoiler-nao-e-o-bitcoin/

Please refer to the following website for more information.

Jogos online no Brasil 2023

10 melhores cassinos online classificados por jogos com real

How Crypto Gambling Casinos Retain Players?

Ler mais